fbpx
Entregas e devoluções gratuitas, na Europa.
Como ser mais animal-friendly?
30 Maio, 2019

Ser animal-friendly, ou seja, ser amigo dos animais, não é só ser vegetariano. É, aliás, muito mais do que isso!
Ser animal-friendly é agir de forma consciente enquanto consumidor, aperceber-se do impacto do ser humano na vida animal e tomar posição.

Falemos, por exemplo, da aquisição de animais de estimação:
Ainda existe muito o hábito de comprar animais em lojas ou a particulares, mas existe uma opção mais consciente, que é adotar. Para além de ser totalmente gratuito, adotar um animal numa instituição tem muitas vantagens, como por exemplo, a gratuitidade da esterilização e desparatisação do animal. Para além disso, infelizmente existem ainda muitos animais abandonados nas ruas, a precisar de um lar.
O mais importante é, após adotar, tratar bem os animais em casa. Até porque, tendo filhos, está a criar um exemplo negativo se não o fizer. Devemos educá-los desde pequenos para uma vida de comunhão pacífica com os animais.

O nosso papel enquanto consumidor também pode, e deve ser mais animal-friendly:
Saber comprar produtos conscientes pode parecer difícil, mas basta estar um pouco atento às embalagens. Opte sempre por marcas que não testam em animais e, se possível, vegan.

A moda sustentável começa agora a aparecer como uma opção animal-friendly. Falamos de marcas já consolidadas no mercado que escolhem fazer uma viragem consciente e outras que surgem como alternativa à crueldade. A Verney é uma excelente representante deste conceito, pois para além de ser totalmente cruelty-free, é também vegan. Os únicos testes que fazemos em animais é saber se eles aprovam os nossos modelos 😊

No que toca à alimentação, o ideal seria escolher produtos biológicos, nomeadamente os ovos, pois sabemos que, na indústria as galinhas são submetidas às mais terríveis formas de abuso e violência. Escolher ovos biológicos é um pequeno passo que tem pouco impacto na nossa vida, mas que aos poucos pode implicar uma mudança positiva para os animais.

Como sociedade, o que de melhor podemos fazer para nos tornarmos mais animal-friendly é mudar a mentalidade:
– Não usar a tradição como argumento para defender as touradas, por exemplo. A tradição nunca pode ser justificação para a violência.
– Não defender circos ou outro tipo de aproveitamento de animais porque supostamente não os está a prejudicar, sem sabermos o que se passa atrás dos palcos.
– Não apoiar marcas de vestuário que utilizam produtos animais com o argumento de que a carne é aproveitada para a alimentação.

No fundo, é compreender que partilhamos a Terra com outros seres vivos incríveis iguais a nós. Dar voz às injustiças que eles sofrem diariamente. E escolher mudar práticas porque nos importámos.

Desafie-se a fazer uma escolha animal-friendly diariamente e com certeza que vai aperceber-se do impacto positivo que pode ter na sociedade. Ao fazê-lo está a escolher um caminho, não o mais fácil, mas o mais consciente. #chooseyourway