A Importância da Sustentabilidade na Escola | Verney - Sustaintable...
ENTREGAS E DEVOLUÇÕES GRATUITAS, NA EUROPA.

Pesquisar

PAÍS
IDIOMA

Blog

a,importancia,da,sustentabilidade,na,escola,

A Importância da Sustentabilidade na Escola

  • by: Verney - Sustaintable Shoes
  • Sustentabilidade

Se há algo que todos podemos concordar é que a escola tem um papel fundamental na educação e na construção de valores de um indivíduo.

 

Neste sentido podemos dizer que a escola e todos os profissionais envolvidos neste meio, como professores e educadores, são capazes de promover mudanças comportamentais, tornando os indivíduos mais conscientes e responsáveis.

 

Sendo então a escola um local de aprendizagem, esta desempenha uma grande importância no que toca a dar o exemplo e ao incitamento de valores.

 

Como sabemos, a preservação ambiental é um dos grandes desafios da atualidade e o futuro depende das ações que tomamos hoje. Apesar de hoje em dia já termos cada vez mais consciência disso, ainda existe muita coisa que pode e deve ser feita para tornar o mundo mais sustentável e assim garantir o futuro da próximas gerações – e esta é precisamente a palavra-chave!  As próximas gerações serão os grandes agentes de mudança do futuro, mas para isso é necessário que lhes sejam incutidos novos valores e princípios.

 

É neste sentido que, acredita-se que a escola pode ter um papel muito importante ao educar cidadãos mais sustentáveis.

 

A sustentabilidade na escola deve ser um modelo a seguir, para assim dar o exemplo às crianças e ensinar-lhes a importância da sustentabilidade e da proteção ambiental.

 

Quando falamos de sustentabilidade na escola, não estamos apenas a falar de ensinar matéria nas disciplinas, mas sim tornar a própria escola mais sustentável, criando um ambiente onde o aluno vivencie o que aprende sobre sustentabilidade.

 

O objetivo aqui é mesmo que as pequenas mudanças que tornam a escola mais sustentável se tornem um hábito a longo prazo para os alunos e que estes o apliquem na sua vida no futuro.

Deixamos aqui em baixo algumas mudanças necessárias para incluir a sustentabilidade na escola:

 

  1. Adotar o digital

A escola é um dos principais locais onde mais se gasta papel, com a utilização de cadernos, livros escolares, agendas, cadernetas, etc. A lista é longa a ser citada, mas a realidade é que nos dias que correm e graças à tecnologia muitos destes recursos podem e devem ser substituídos pelo meio digital.

 

Por exemplo, atualmente existem alternativas digitais que permitem enviar recados aos pais ou ainda agendas online grátis que podem substituir as agendas físicas.

 

Se formos ainda mais longe, é possível que as escolas invistam no fornecimento de computadores ou tablets aos alunos, para assim estes acederem aos manuais digitais ou terem acesso a diversos recursos que podem substituir o papel.

 

Eliminar todo o papel possível nas escolas é um grande passo para que a sustentabilidade na escola comece com sucesso.

 

  1. Reciclar

Quando falamos de sustentabilidade na escola, falamos igualmente de reforçar e ensinar os valores mais básicos da proteção ambiental, como a reciclagem.

 

Neste sentido, é importante que o tema da reciclagem seja abordado em aula, bem como é importante consciencializar os alunos para a importância do reaproveitamento dos recursos.

 

Além disso, como o mais importante de tudo é dar o exemplo, aconselha-se que para acentuar os valores de sustentabilidade na escola, as mesmas substituam o lixo comum por recicláveis. Isto irá encorajar os alunos a separar o lixo, mesmo quando estes não estejam na escola.

 

  1. Cultivar hortas

Outra excelente forma para promover a sustentabilidade na escola é criar uma horta coletiva, onde os alunos poderão aprender sobre as diferentes formas de cultivar e ainda observar o crescimento daquilo que foi cultivado.

 

Por outro lado, os alunos poderão entender e notar a diferença dos produtos cultivados por si mesmos e daqueles que são vendidos em grandes superfícies, onde normalmente são utilizados produtos químicos que podem ser prejudiciais à saúde.

 

Por fim, aquilo que for plantado nestas hortas pode, por um lado ser utilizado nas próprias cantinas da escola e por outro, os alunos poderiam levar para casa para comerem e experimentarem aquilo que eles próprios plantaram.

 

  1. Plantar árvores

Seguindo o mesmo pensamento anterior, seria interessante realizar ações de plantações de árvores no espaço escolar e feitas pelos próprios alunos.

 

Isto por um lado iria permitir a revitalização do espaço e por outro iria permitir dar responsabilidades às crianças, uma vez que estariam encarregues da rega ou ainda da poda das plantas.

 

Seria igualmente interessante plantar árvores de frutos, onde posteriormente os alunos poderiam se alimentar - na cantina, na hora do lanche ou em casa - dos frutos que derivam das plantas que plantaram e cuidaram.

 

  1. Economizar energia

A escola deve ser capaz de consciencializar os alunos para a importância de economizar os recursos naturais.

 

Neste sentido, além de ensinar, a escola deve alterar alguns dos seus hábitos, adotando medidas mais ecológicas. Assim sendo, para que haja sustentabilidade na escola, esta deve:

  • Investir em lâmpadas LED
  • Desligar o ar-condicionado em espaços vazios
  • Utilizar sensores de presença
  • Apostar em painéis solares

 

  1. Criar uma rede de boleias

Todos sabemos que o ideal é utilizar o transporte público para nos deslocarmos, mas como também sabemos nem sempre é possível.

 

Neste sentido, a própria escola deve ser capaz de atuar e criar uma rede de boleias entre pais ou encarregados de educação, onde estes ficam encarregues de partilhar a tarefa de levar e trazer alunos que moram perto de si.

 

O objetivo aqui é tentar diminuir a poluição do ambiente ao máximo e por outro lado estimular a socialização entre os alunos e os próprios pais.

 

É de salientar que, a escola não deve obrigar ninguém a participar nesta rede de boleias, deve sim propor a ideia e saber junto dos pais a disponibilidade de cada um.

 

O que é feito em Portugal a nível de sustentabilidade na escola?

 

Cada escola pode e deve tomar estas e muitas mais medidas por si mesma, mas é importante dar a conhecer a existência de um programa chamado Eco-Escolas que visa encorajar, reconhecer e premiar o trabalho sustentável e ecológico que é desenvolvido pelas escolas do país.

 

Este programa foi criado em 1996 e está implementado em cerca de 1500 escolas do país. Cada escola, se o desejar, pode aderir ao programa e a partir daí serão feitas algumas mudanças tanto na escola como no ensino. Por exemplo, serão diagnosticados problemas de gestão ambiental e os mesmos serão melhorados; serão estudados assuntos ambientais nas salas de aula; ou ainda, os alunos serão encorajados a participar em ações ambientais junto da comunidade.

 

Por fim, anualmente é atribuído um galardão às escolas que fazem parte do programa e que se tenham candidatado ao Galardão.

 

As escolas que recebem este Galardão, recebem igualmente uma bandeira verde a ser hasteada no exterior, um certificado e a permissão da utilização do logótipo de programa.

 

Se é pai, professor ou um cidadão ativo na vida escolar, incentivamos que mostre as suas preocupações ambientais junto das escolas e ajude-as a fazer algumas alterações, mostrando por exemplo algumas das mudanças que mencionamos neste artigo.

 

Sem dúvida que ao encorajar a sustentabilidade na escola, estamos a contribuir para a formação de cidadãos com mais valores ecológicos e sustentáveis.

 

Com o início do novo ano escolar à porta, podemos tornar este ano melhor e mais sustentável!



Inscreva-se na nossa Newsletter

Receba todas as nossas novidades e promoções!

  1. Senhora
  2. Sandálias
  3. Sapatilhas
  4. Botas
  5. Sapatos
  1. Outlet
  2. Sandálias
  3. Sapatilhas
  4. Botas
  5. Sapatos